Home » Cases » Dia do Jovem Trabalhador e as oportunidades para novos talentos na área de TI

Dia do Jovem Trabalhador e as oportunidades para novos talentos na área de TI

Startups de tecnologia acreditam que contratar jovens talentos é investir no futuro dos negócios

Jovem Trabalhador em TI (4)
No dia 24 de abril comemora-se o Dia Internacional do Jovem Trabalhador. A data foi criada pela Organização Internacional do Trabalho para ressaltar a importância dos jovens profissionais no mercado de trabalho e para incentivar a contratação desses novos talentos.

E se o emprego no Brasil está muito difícil neste momento, na área de TI (Tecnologia da Informação) há boas oportunidades em todo o país para os jovens.

Segundo levantamento da Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação) o mercado deve demandar mais de 70 mil novos empregos no país para o segmento em 2021 e mais de 420 mil pessoas até 2024. Apesar disso, o Brasil forma hoje cerca de 46 mil profissionais com perfil tecnológico por ano.
Jovem Trabalhador em TI (1)
O início da carreira é o ponto decisivo na vida do jovem profissional em TI, que apesar da pouca experiência, precisa mostrar que busca conhecimento e que quer contribuir trazendo novas ideias para a empresa e muita disposição.

É o caso da jovem Débora Lima, 27 anos, que começou como estagiária de suporte na Vox Tecnologia, empresa com com mais de 10 anos de atuação no desenvolvimento de soluções para o setor público.

Após um período fora da empresa para um curso de especialização no exterior, ela atua hoje como Analista de Suporte. “Foi muito importante a oportunidade que a empresa me deu como jovem profissional. Sou muito mais madura para o mercado e acho que eu não estaria onde estou se não fosse por aquela primeira experiência de estágio”, explica ela.

Breno Braima, 28, entrou em 2013 na empresa e após oito meses como estagiário foi efetivado. Com uma carreira em crescimento na Vox, hoje ele atua como Analista de Banco de Dados. “Em todo este tempo, recebi várias oportunidades de melhorar e galgar novos objetivos dentro da minha jornada profissional”, comenta.

Com formação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Guilherme Chaves, 21 anos, atua na Vox Tecnologia desde março. “No estágio você consegue pegar muita informação com pessoas mais experientes, unindo teoria com a prática diária da empresa. Hoje, no meu trabalho, posso aprender coisas específicas e desenvolver algo novo todos os dias. A equipe também é fantástica, com todo mundo apoiando um ao outro”, relata.

Quem também vê na primeira experiência uma oportunidade para a construção de uma carreira sólida é Bruna Garcia, de 25 anos, estagiária no setor de automação na Lieno Tecnologia. “Esse estágio me deixa mais confiante e ainda proporciona diversos aprendizados não só na minha área de formação”, afirma.

Para as empresas, contratar um jovem profissional é fazer um investimento no futuro do negócio, pois eles agregam ao ambiente uma mentalidade nova, muita vontade de acertar e contribuir para os resultados.

De acordo com Jonas Ieno, CEO da Lieno Tecnologia, a contratação de jovens enriquece o ambiente de trabalho. “Começamos como uma startup pequena e todos os nossos primeiros colaboradores foram estagiários que cursaram Engenharia Elétrica ou Ciências da Computação”, explica. “Adotamos essa cultura na empresa e cerca de 80% dos estagiários foram efetivados, evoluíram e aprenderam conosco, em uma troca de conhecimentos, experiência e resultados”, avalia.

Essa também é a visão de Cláudio Piomonte, CEO da YpControl, plataforma de gestão financeira. Para ele, investir na contratação e desenvolvimento de jovens talentos pode trazer soluções inovadoras e contribuir com o avanço do negócio. “Muitos dos nossos colaboradores entraram na empresa como estagiários e hoje estão efetivados. Formamos a mão de obra dentro da nossa necessidade técnica. Eles estão mais abertos a aprofundar conhecimentos e encarar desafios para desenvolver a carreira”, afirma.