Home » Cases » Ciberbullying será tema de palestra gratuita no CNA Ruy Carneiro

Ciberbullying será tema de palestra gratuita no CNA Ruy Carneiro

Slide (4) (1)

O ciberbullying, ou assédio virtual, é uma prática que envolve o uso das tecnologias para enviar mensagens hostis e comentários depreciativos através da internet, celulares ou redes sociais.  Geralmente é praticado por um indivíduo ou grupo com a intenção de prejudicar o outro. E como o espaço virtual é ilimitado, o poder de agressão se amplia e a vítima se sente acuada mesmo fora da escola, o que torna o bullying virtual ainda mais perverso.
Para falar sobre o tema, a professora Rita Cristiana Barbosa, Doutora em Educação pela UFPB, fará uma palestra gratuita nesta terça-feira, 24/10, no auditório da escola de idiomas CNA Ruy Carneiro, a partir das 18h45min.
A especialista, que desenvolve projetos de pesquisa e extensão universitária na área das tecnologias, bullying e ciberbullying, dará orientações aos pais sobre o ciberbullying, as consequências deixadas nas vítimas e nos agressores e dicas para prevenção.
Para ela, é importante criar um clima de confiança para que filhos e filhas se sintam completamente confortáveis para fazer perguntas ou comentários sobre situações que vivem ou coisas que os preocupam.  Além disso, escola e família devem constituir uma aliança para educar e acompanhar as crianças e adolescentes. Todos trabalham para o desenvolvimento integral deles.
Outra questão específica sobre o ciberbullying, segundo a professora Rita, é que pais, mães, professores e professoras conheçam as novas tecnologias de informação e comunicação que as crianças e adolescentes usam. E ainda que eles dominem melhor seu uso, para cumprir o papel de guia para que as crianças e adolescentes utilizem as tecnologias baseados em valores positivos, respeitando os direitos dos demais, sem discriminar ninguém e cuidando de sua privacidade.

“Parar o bullying e o ciberbullying depende de adultos que se envolvam, que estejam abertos ao diálogo, que aprendam estratégias efetivas, que estabeleçam regras claras e que estejam muito atentos. É importante promover atividades e debates sobre temas como: diversidade, direitos humanos, respeito, violências e bullying e suas implicações nas relações interpessoais. Realizar um trabalho preventivo com perspectivas para a criação da cultura da paz é o melhor caminho”, afirma.

Ciberbullying – crime constante na Internet, o ciberbullying, é a perseguição a jovens e crianças pela Internet e pelo celular.  Os ciberbullies (termo em inglês que designa os autores da intimidação) mandam mensagens, e-mails, usam torpedos e criam perfis em redes de relacionamento (como Facebook e Instagram) com fotos falsas da vítima, procurando difamá-la.

 

Uma pesquisa da SaferNet mostrou que 38% dos jovens internautas afirmaram ter sido vítimas de ciberbullying. E 29% já tiveram informações suas roubadas na Internet. E, ao contrário do bullying físico, que acontece na escola, o virtual não conhece fronteiras. Muitas vezes, não adianta a criança ou adolescente mudar de escola ou de cidade. A perseguição continuará na web e pode destruir a autoestima do jovem.

 

SERVIÇO:

ENCONTRO FAMÍLIA + ESCOLA

Tema: Ciberbullying

Data: Dia 24/10

Horário: 19h

Local: Auditório do CNA Ruy Carneiro (Av. Ruy Carneiro, 416)

Informações: 3044-8000